(15) 3413-6325 / (15) 3413-6312 | contato@qnoticia.com.br
Blog

Abril Marrom: mais de 80% dos casos de cegueira podem ser evitados

Campanha conscientiza para o diagnóstico precoce de doenças oculares, que podem levar à perda da visão, se não tratadas adequadamente.

Você sabia que quase 80% dos casos de cegueira poderiam ser evitados? Por isso, desde 2016, a campanha nacional Abril Marrom busca conscientizar a população quanto à prevenção, diagnóstico precoce e tratamento das doenças oculares.

Dr. Arnaldo Bordon, médico oftalmologista, chefe do Setor de Retina do Hospital Oftalmológico de Sorocaba (HOS), ligado ao grupo BOS (Bando de Olhos de Sorocaba), conta que a maioria das pessoas que ficam cegas poderia estar enxergando, caso tivessem atuado preventivamente e procurado o médico, ao surgimento das primeiras limitações visuais. “Um dos principais tipos de cegueira evitável são as provocadas pela retinopatia diabética, isto é, o comprometimento da retina devido ao diabetes. Assim como o diabetes, a cegueira por retinopatia é um problema silencioso e de avanço lento que, quando diagnosticado inicialmente, pode ser controlado, o que dificilmente levará à perda total de visão”, frisa o especialista. Por isso a recomendação é que todo paciente diabético faça exames periódicos com pupila dilatada, mesmo que não tenha nenhum problema de visão.

Além das retinopatias diabéticas, outro frequente causador de cegueira é o ceratocone, conforme explica Dr. Nicolas Cesário Pereira, médico oftalmologista especialista em córnea do HOS. “Trata-se de uma doença que deforma a córnea, estrutura que funciona como uma espécie de ‘lente natural’ do olho. Essa deformidade é progressiva e vai dificultando o foco visual. Se não procurar tratamento, em casos graves pode levar à cegueira. O tratamento inclui o uso de óculos ou lentes de contato, além de implante de anel intracorneano ou transplante de córnea nos casos mais avançados. Atualmente ainda existe tratamento para evitar a evolução do ceratocone, quando diagnosticado precocemente”, detalha o médico.

Outra doença silenciosa que merece atenção é o glaucoma, na qual temos uma dificuldade de drenagem do líquido que preenche o olho (humor aquoso), levando ao aumento da pressão intraocular, causando danos ao nervo óptico e a consequente perda de visão. “O glaucoma precisa ser diagnosticado e combatido desde os estágios iniciais. O tratamento envolve a aplicação de colírios de uso contínuo, realização de procedimentos a laser e até mesmo cirurgia nos casos refratários. O maior desafio é que, muitas pessoas não aderem ao tratamento, ao esquecerem ou não seguirem os horários estipulados para medicação. Isso leva o olho a sofrer com picos de pressão, que ora está controlada, ora sem controle. Esses picos danificam o nervo óptico e podem levar à cegueira”, adverte Dr. Lucas Nicaccio, do ambulatório de glaucoma do HOS.

A catarata é mais um problema ocular que, se não diagnosticado precocemente, pode evoluir e levar à cegueira. “A catarata é a principal causa de cegueira reversível na maioria dos países e é provocada pelo envelhecimento natural do cristalino do olho, uma lente que vai ficando opaca e esfumaçada. Quando diagnosticada em estágios iniciais, a cirurgia é realizada a tempo de não comprometer totalmente a visão”, pontua Dr. Fernando Cresta, oftalmologista e coordenador do setor de catarata do BOS.

Dr. Fernando também indica que vários estudos demonstraram que nos pacientes com catarata, e que não tiveram a oportunidade de cirurgia, a incidência de acidentes domésticos, acidentes de carro e quedas da própria altura era maior. “Por isso, políticas públicas que aumentem o acesso da população ao tratamento da catarata são importantes, sobretudo com o envelhecimento da população”, ilustra o médico, que complementa. “O número de cirurgias de catarata no BOS aumentou muito nos últimos anos, o que comprova a necessidade de ampliar a oferta de tratamento”.

Como observado em todos esses exemplos, a grande maioria dos casos de cegueira pode ser evitada, caso haja a intervenção médica correta e em tempo hábil. No entanto, um dos principais entraves, que levam as pessoas a não cuidarem preventivamente da saúde ocular, é a dificuldade em ter acesso ao atendimento oftalmológico, comenta Edil Vidal de Souza, superintendente do grupo BOS. “Muitas cidades, sobretudo as menores, não possuem médicos oftalmologistas, o que dificulta o acesso ao serviço especializado, visto que muitas pessoas não têm condições de arcar com uma consulta particular, ou se deslocar grandes distâncias para receber atendimento”, analisa.

Em Sorocaba, a Clínica Popular do BOS apresenta uma alternativa de atendimento especializado a preços reduzidos, ressalta o superintendente. “O BOS atende milhares de pessoas pelo SUS, no entanto, há um público que busca uma opção ao sistema de saúde público, com processo rápido para a obtenção de atendimento especializado”, afirma.

O atendimento médico da Clínica Popular está atrelado ao Centro de Ensino do BOS, onde estão as mais avançadas tecnologias do mundo em Oftalmologia e que são disponibilizadas a toda a população. “Os médicos que atendem na Clínica Popular são oftalmologistas extremamente capacitados, que ainda estão se aperfeiçoando em subáreas específicas, como catarata, retina, córnea, dentre outras”, acrescenta Edil.

Outra iniciativa do BOS que visa promover a saúde ocular é o Ônibus da Oftalmologia, um veículo equipado com consultórios que pode ser levado a todo lugar. “Os municípios que não possuem médicos oftalmologistas e têm demanda por consultas, contrata o consultório móvel e o BOS se desloca até onde estão os pacientes, que são atendidos conforme indicação da Secretaria Municipal de Saúde. Com isso, podemos diagnosticar doenças oculares e encaminhar o paciente para continuidade do tratamento em centros especializados, contribuindo para o combate à cegueira”, conclui o superintendente do grupo BOS.

Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.bos.org.br ou pelo telefone: (15) 3212-7000.

“Arena Saúde” do Shopping Cidade Sorocaba traz programação especial de saúde e bem-estar às mulheres

Evento gratuito será realizado no dia 23/3 (sábado), das 10h às 18h, no estacionamento externo do shopping.  A...

Leia Mais

Dia Mundial da Saúde: doenças crônicas são responsáveis por mais de 70% das mortes no mundo

Especialistas destacam a importância dos hábitos de vida saudáveis para a prevenção de problemas cardiovasculares...

Leia Mais

Centro Médico São José de Cerquilho aumenta capacidade de atendimento em Pediatria com chegada de nova especialista

 Dra. Ana Carolina de Souza Oliveira Nava passa a integrar a equipe médica do consultório pediátrico; consultas já...

Leia Mais