(15) 3413-6325 / (15) 3413-6312 | contato@qnoticia.com.br
Blog

Diabetes é a principal causa de cegueira no mundo

  • Doença silenciosa destrói vasos sanguíneos da retina, aumentando as chances de descolamento e perda total de visão; cirurgia oftalmológica a laser pode evitar mais de 95% dos casos de cegueira.

O diabetes, doença caracterizada pelo aumento dos níveis glicêmicos (açúcar no sangue), é a principal causa de cegueira no mundo entre a população na faixa etária entre 20 e 60 anos. A constatação é alarmante, levando-se em conta a previsão da Organização Mundial da Saúde (OMS) de que o número de diabéticos aumente em quase 50% nas próximas duas décadas, saltando dos atuais 415 milhões para aproximadamente 650 milhões.

Quando não diagnosticada e tratada precocemente, a doença tem grande potencial de provocar diversos problemas de saúde, como a neuropatia periférica (dormência e feridas no pé diabético), perda auditiva, falência renal e danos à retina, que levam à cegueira, como explica Dr. Arnaldo Furman Bordon, médico oftalmologista e chefe do Departamento de Retina e Vítreo do Hospital Oftalmológico de Sorocaba.

A retinopatia diabética é uma doença de evolução silenciosa, que caminha em estágios. “Normalmente quando a pessoa percebe o comprometimento da visão, já está há muitos anos sofrendo com os prejuízos aos olhos por conta do diabetes. Nas fases finais, a cegueira torna-se irreversível”, alerta o oftalmologista.

A cegueira acontece, pois, o diabetes danifica os vasos sanguíneos da retina, com isso, o organismo cria novos vasos, que ficam imperfeitos e suscetíveis a hemorragias, que levam ao descolamento de retina e à perda de visão.

Outra maneira importante e frequente do diabetes afetar a visão é atingindo a área central da retina chamada mácula. Nessa região o diabetes provoca o edema macular, ou seja, inchaço, com consequente diminuição da visão central. O tratamento é feito por meio de aplicações de medicamentos de forma sequenciada e tem uma alta efetividade no combate ao edema.

O diagnóstico precoce da retinopatia e do edema macular diabético é possível quando a pessoa consulta o oftalmologista regularmente.  “O exame de fundo de olho com a pupila dilatada é o que identifica alterações na retina, que quando identificadas no início, podem ser tratadas de maneira eficaz, com uma cirurgia a laser, que cauteriza os vasos sanguíneos defeituosos, prevenindo as complicações. A eficiência da técnica é superior a 97%”, explica Dr. Arnaldo.

A prevenção das complicações do diabetes, como a retinopatia, se dá principalmente com o controle dos níveis glicêmicos e com consultas médicas preventivas. “É importante ir ao médico regularmente para cuidar da saúde como um todo, assim como ir ao oftalmologista anualmente para um check-up”, aconselha o especialista do BOS.

BOS irá realizar mutirão para prevenção da retinopatia diabética

Visando atuar preventivamente na identificação precoce do diabetes e das retinopatias, o BOS irá realizar, no dia 20/11 um mutirão com atendimento multidisciplinar.

Haverá aferição de pressão arterial, glicemia, consultas com podólogos e também exames oftalmológicos para análise de fundo de olho, dentre outras atividades. O Banco de Olhos espera receber 1 mil pessoas no evento que contará com a participação de cerca de 500 voluntários. Todas as atividades serão gratuitas. A programação completa e a forma de participação serão divulgadas em breve.

Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.bos.org.br ou pelo telefone: (15) 3212-7000.

BOS-Hospital Oftalmológico de Sorocaba zera fila de pacientes para avaliação de transplante de córneas

BOS-Hospital Oftalmológico de Sorocaba zera fila de pacientes para avaliação de transplante de...

Leia Mais

Julho Verde: mês pela prevenção e tratamento do câncer de cabeça e pescoço

Julho Verde: mês pela prevenção e tratamento do câncer de cabeça e pescoço Este é o nono tipo de...

Leia Mais

Novo tomógrafo: exames ainda mais eficientes para a área de otorrino no BOS-Hospital Oftalmológico de Sorocaba

Novo tomógrafo: exames ainda mais eficientes para a área de otorrino no BOS-Hospital Oftalmológico de Sorocaba A partir de...

Leia Mais