(15) 3413-6325 / (15) 3413-6312 | contato@qnoticia.com.br
Blog

Mais de 360 milhões de pessoas no mundo sofrem com perda auditiva. Você é uma delas?

DIA MUNDIAL DA AUDIÇÃO

No Dia Mundial da Audição, fonoaudióloga apresenta teste que indica sinais de perda de audição..

“Não entendi o que você falou. Poderia repetir? ”. “Meu telefone está muito baixo. Deve estar com problema!” Você tem feito essas afirmações com frequência? Saiba que isso pode ser um sinal de perda auditiva, problema considerado uma epidemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e que afeta cerca de 360 milhões de pessoas no mundo.

O transtorno é cada vez mais comum, sendo a segunda maior deficiência mundial, alerta a fonoaudióloga Dra. Vanessa Gardini, da Pró-Ouvir Aparelhos Auditivos, de Sorocaba (SP). “O estilo de vida atual é o principal causador, sobretudo entre os mais jovens, que estão cada vez mais expostos a ruídos elevados, como música alta nos fones de ouvido, em shows e casas noturnas, no trânsito caótico das grandes cidades, entre outros. Muitos possuem o problema e nem se dão conta”, adverte a especialista.

O avanço das estatísticas de perda auditiva também se dá em razão do envelhecimento da população, com o crescimento da expectativa de vida. Essa nova realidade contribui para o aumento dos casos, visto que as células dos ouvidos envelhecem naturalmente, independentemente dos cuidados com a saúde, provocando a chamada presbiacusia, ou perda auditiva por idade.

Em razão de todos esses fatores, neste Dia Mundial da Audição, lembrado dia 3 de março, a fonoaudióloga Dra. Vanessa Gardini apresenta um teste que indica se você tem sinais de perda auditiva. É muito simples e leva só um minuto! Responda às perguntas espontaneamente:

  1. As pessoas ao seu redor parecem falar baixo, murmurar ou não falar claramente?
  2. Alguém já precisou repetir a mesma frase várias vezes para você entender?
  3. É difícil compreender quando alguém fala ao seu lado ou atrás de você?
  4. Você possui dificuldades para conversar em lugares barulhentos, como uma festa ou reunião de família?
  5. Você evita sair de casa quando sabe que será difícil conversar por estar em um lugar barulhento?
  6. Alguém já pediu para você diminuir o volume do rádio ou da televisão?
  7. Você possui dificuldades para conversar ao telefone?
  8. Você não consegue identificar de qual direção um som está vindo, como quando um carro se aproxima?
  9. Ao deitar-se para dormir, ou ao estar em um lugar silencioso, costuma ouvir um som parecido com chiado ou zumbido?
  10. Dorme com facilidade, mesmo em lugares com muito barulho?

Fonte: Pró-Ouvir Aparelhos Auditivos.

Caso tenha respondido SIM a três ou mais dessas questões, é recomendado que procure um especialista. E, se a perda de audição for uma realidade para você, não há motivos para desespero, pois o problema tem tratamento.

Prevenção e tratamento

É importante sempre estar atento à saúde dos ouvidos e buscar ajuda ao primeiro sinal de perda auditiva. O diagnóstico precoce da deficiência é essencial para que o problema seja tratado, o que pode ser feito com o uso de aparelhos auditivos.

Também chamado de aparelho de audição, trata-se de um dispositivo que corrige a audição e evita o surgimento de problemas decorrentes, como: demências, risco acentuado de quedas, perda de memória e distúrbios psicológicos. Tudo isso pode acontecer porque o cérebro é menos estimulado pelos ouvidos prejudicados pela perda auditiva, que ficam mais “cansados”, como alguém que parou de ir à academia e está sedentário.

Engana-se quem pensa que aparelho auditivo hoje é feio e grande. Isso já mudou há muito tempo. Atualmente, existem diversos modelos disponíveis. “Um aparelho auditivo moderno é muito pequeno e praticamente invisível, sendo capaz de corrigir individualmente cada frequência da audição prejudicada e reproduzir os sons da forma mais natural possível. Os aparelhos auditivos Siemens (Signia) possuem linhas de modelos à prova d’água, com conexão direta a smartphones e smart TV e com baterias de recarregáveis ”, detalha a fonoaudióloga.

Você pode estar pensando que um aparelho pequeno e que faz tudo isso possa ser muito caro, mas o preço do aparelho auditivo é determinado pelas funcionalidades que ele possui e também pela necessidade do paciente, tal como um carro ou celular. Cada nível de perda e perfil de pessoa exige um dispositivo adequado à sua realidade. Com a adaptação realizada, quem possui perda auditiva conseguem levar uma vida normal.

Mais informações podem ser obtidas pelo site: www.proouvir.com.br .

Saiba quais sinais podem indicar infarto agudo do miocárdio

Médico cardiologista explica que a dor no peito é o sinal mais conhecido da doença cardiovascular, mas outros sintomas devem ser...

Leia Mais

Entrega de Kits para a corrida “PINK RUN SOLIDÁRIA” começa nesta sexta (5/10) no Shopping Cidade Sorocaba

Kits serão entregues nos dias 5 e 6/10, em horários diversificados, no piso L2 do shopping. Sorocaba, 04 de outubro de 2018 /...

Leia Mais

ADV comemora aniversário de 23 anos de fundação com mais de 42 mil atendimentos por ano à população

Entidade sem fins lucrativos é referência em habilitação e reabilitação de pessoas com deficiência...

Leia Mais